Projeto em Goiânia estabelece multa para taxa cobrada de Personais

Share on email
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram

O vereador Zander Fábio (Patriota) apresentou, nesta quinta-feira (23), projeto que veda a cobrança, em academias de ginástica e estabelecimentos similares, de valores adicionais de alunos regularmente matriculados que optarem por treinar acompanhados de professor particular de educação física (personal trainer), integrante ou não do quadro de funcionários do estabelecimento.

De acordo com o projeto, as academias que decidirem vedar o ingresso de professores não integrantes da instituição deverão apresentar a proibição no contrato de prestação de serviços firmado com o aluno. As empresas que não cumprirem com as determinações, segundo Zander, receberão multa no valor de R$ 1 mil e terão que devolver, em dobro, os valores cobrados indevidamente.

O vereador destaca que a ideia é beneficiar todos os consumidores que contratam serviços de academias de ginástica e tornar mais transparentes as relações entre alunos, academias e professores.

“A nosso ver, tais cobranças são indevidas, configurando uma dupla cobrança para que o aluno possa frequentar o espaço. Se entendermos que o personal trainer não usa os equipamentos da academia, ficando somente à disposição do aluno contratante, não há justificativa para cobranças adicionais”, explica.

Créditos:

 

Trainer Brasil

Trainer Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adquira o seu livro

O guia que vai transformar sua carreira!

About Me

Clique no botão de edição para alterar esse texto. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Mais Recentes

Redes Sociais