Começam a chegar os aparelhos de musculação 2.0, com Personal virtual

Share on email
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram

Este aparelho de ginástica 2.0 ajusta o peso conforme o rendimento do aluno
À venda nos EUA, o novo equipamento eletrônico avalia o desempenho do usuário e usa resistência eletromagnética, em vez de pesos

O SISTEMA INCLUI AINDA UMA ESPÉCIE DE “COACHING” DIGITAL
(FOTO: REPRODUÇÃO/TONAL)

Da falta de tempo para ir até a academia à falta de espaço para ter aparelhos em casa, os motivos citados por quem não pratica exercícios físicos são inúmeros. Agora, um novo equipamento promete acabar com muitos deles. Trata-se do Tonal, uma espécie de “academia inteligente” que ocupa pouco espaço, não utiliza pesos e personaliza os treinos de acordo com o desempenho do usuário.

O aparelho se assemelha a um totem e funciona fixado à parede. Ele usa um motor de resistência eletromagnética no lugar das barras de metal e pode simular o peso de até 90 quilos. Além do controle manual, ele possui um sistema inteligente que encontra a regulagem ideal para a capacidade física de quem usa. Ele também pode aumentar ou diminuir a carga de acordo com a dificuldade do usuário, embora não seja capaz de identificar se os movimentos estão sendo feitos corretamente.

O sistema inclui ainda uma espécie de “coaching” digital. Tratam-se de programas de treinamento com instruções de personal trainers reais, que explicam e demonstram os exercícios. O sistema também avalia a evolução do usuário de acordo com seu desempenho.

Apesar da praticidade, o preço do produto está longe de ser acessível. Ele pode ser adquirido online por aproximadamente US$ 3 mil (R$ 11,8 mil). O kit extra de acessórios, necessário para a realização de mais tipos de exercícios, custa US$ 495 (R$ 1,9 mil). A compra também inclui uma taxa de instalação e mensalidades pelo serviço de personal trainer. Ao todo, o aparelho demanda um investimento inicial de US$ 3,7 mil (quase R$ 15 mil), além das taxas de US$ 49 nos meses seguintes. Por enquanto, ele só está disponível para quem reside na baía de São Francisco, nos Estados Unidos. A empresa não divulgou se venderá em outros países.

Em entrevista ao site CNET, o CEO da marca, Aly Orady, disse que futuras versões do software devem trazer treinos mais especializados ao aparelho. As atualizações também devem desbloquear sensores, microfones e câmeras que estão atualmente inativos.

Créditos:

 

 

POR ANA LAURA PRADO

 

Trainer Brasil

Trainer Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adquira o seu livro

O guia que vai transformar sua carreira!

About Me

Clique no botão de edição para alterar esse texto. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Mais Recentes

Redes Sociais